Atualizado em 24/09/2021 às 09:50:59

SETEMBRO VERDE - CAMPANHA DE INCENTIVO E CONSCIENTIZAÇÃO DA IMPORTÂNCIA DA DOAÇÃO DE ÓRGÃOS E MEDULA ÓSSEA.

Imprimir

Além de destacar a importância da campanha de prevenção ao suicídio (Setembro Amarelo), a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) juntamente com o Sistema Estadual de Transplantes (SET/PR) celebram o Setembro Verde: mês dedicado ao incentivo e conscientização da importância da doação de órgãos. Atualmente no Paraná, mais de duas mil pessoas aguardam por um transplante.

“Uma única pessoa, sendo doadora, pode salvar até dez vidas. Cada um de nós possuímos cinco vezes mais chances de precisar de um órgão, do que de efetivamente conseguirmos um doador. Então falarmos sobre doação e principalmente, comunicarmos os familiares sobre esse desejo, é sem dúvida um ato de amor ao próximo” disse o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto.

Segundo o Registro Brasileiro de Transplantes (RBT) o Paraná continua líder nacional em doações de órgãos. Neste ano foram 213 doações efetivas, que resultaram em 353 transplantes de órgãos e 365 transplantes de córneas.

COMO SER DOADOR – É bem simples: avise a sua família. Seus órgãos só poderão ser doados com autorização dos seus parentes mais próximos;

QUEM PODE DOAR – Qualquer pessoa, após a confirmação da morte e mediante autorização da família;

QUAIS ÓRGÃOS PODEM SER DOADOS – Coração, rins, pâncreas, pulmões, fígado e também tecidos, como: córneas, pele, ossos, valvas cardíacas e tendões. Ou seja, um doador pode ajudar muitas pessoas;

DOADOR FALECIDO – Pacientes que foram diagnosticados em morte encefálica (ME), o que ocorre normalmente em decorrência de traumas/doenças neurológicas graves, podem ser doadores de órgãos e tecidos. Nos casos em que o falecimento decorre de parada cardiorrespiratória (PCR), podem ser doados tecidos.

DOADOR VIVO – Qualquer pessoa saudável pode ser doadora em vida de um dos seus rins ou parte do fígado para um familiar próximo (até 4ª grau consanguíneo), porém quando a doação de um rim ou parte do fígado for para uma pessoa não aparentada é necessário autorização judicial;

QUEM RECEBE OS ÓRGÃOS – Os órgãos doados são destinados a pacientes que necessitam de transplante e estão aguardando em uma lista única de espera. Esta lista é fiscalizada pelo Sistema Nacional de Transplantes do Ministério da Saúde e pelas Centrais Estaduais de Transplantes. A seleção de um paciente que aguarda por um transplante, ocorre com base na gravidade de sua doença, tempo de espera em lista, tipo sanguíneo, compatibilidade anatômica com o órgão doado e outras informações médicas importantes. Todo o processo de seleção dos potenciais receptores é seguro, justo e transparente.




Fontes: https://www.saude.pr.gov.br/Noticia/Parana-continua-lider-nacional-em-doacoes-de-orgaos-Setembro-Verde-incentiva

https://www.saude.pr.gov.br/Noticia/Setembro-Verde-marca-o-mes-em-homenagem-ao-doador-de-orgaos



» Comentários

Postagem em questão: “SETEMBRO VERDE - CAMPANHA DE INCENTIVO E CONSCIENTIZAÇÃO DA IMPORTÂNCIA DA DOAÇÃO DE ÓRGÃOS E MEDULA ÓSSEA. ”

 

  1. Ainda não temos comentários nesta matéria, seja você o primeiro!!

Enviar Comentário
Nome (obrigatório)
E-Mail (não será publicado) (obrigatorio)
Cidade (obrigatorio)
 
 

(43) 3520-0100

Copyright © 2012 - cisnop.com.br Desenvolvimento AbusarWeb